Date A Live


Páginas (19): « Anterior 1 ... 15 16 17 18 19 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
284 respostas neste tópico
 #256
não vou marcar pq só tem uma pessoa além de mim que aparece poraqui então...

vini, já tinha visto?
https://www.facebook.com/pg/DateALiveFC/...2134148043

ps: o da miku é 11/10 :v
Responder
 #257
Eu tinha visto uns 2 ou 3 que postaram no grupo, mas não tinha visto a coleção completa não.

Adorei a das Yamais e a da Miku é bem engraçada msm kkkkkk
Responder
 #258
Date a Live vol.18: Mio Game Over [ Restart from the last checkpoint?  Yes / No]

primeiramente: vini está meio enrolado com a facul e outros volumes atrasados de novels e anda meio sem tempo. em solidariedade ao amigo, não teremos a tradicional piadinha da vergonha aqui.

Gambatteruyo, vini-chan  Peace

agora, vamos ao que interessa:

Spoiler:  
Spoiler:  Mio  
uau, então  a reine e o phantom eram “pessoas diferentes”, nossa, quem poderia imaginar Sorrisão - sarcasm

Mas a parte de as duas serem FDP, essa eu realmente não esperava... oh, minha esperança na humanidade está diminuindo. Snif* snif*
Estou feliz que outra “ponta solta” foi amarrada. A coisa que mais me incomodava nessa historia da reine ser o phantom, é que a origami já tinha ficado cara-a-cara com ele sem a camuflagem, mas tava lá deboas com a reine na fraxinus. Bem, agora sabemos o porquê. Palmas pra vc tashibana.
Quanto a todo o plot envolvendo a Mio... vei... sapoha é bem mais complicada doque eu esperaria, ainda mais considerando que é DaL.
veja bem, eu não estou defendendo ela, pelo contrário, eu DETESTEI a forma como ela lidou com tudo. E ver ela querendo “apagar” o shidou e matando as outras de uma por uma como se não fosse nada... aff. fiquei putasso com a forma como a Mio fez as coisas mas no fim, o sentimento que ficou em mim é mais parecido com... dó... e acredite, isso é raríssimo vindo de mim.
apesar de toda a raiva e repulsa que eu senti pela Mio(qua já adianto, não foi pouca), no fim, eu só queria abraçar ela e dizer “vai ficar tudo bem”  Icon_cry

Spoiler:  UNLIMITED PAWAAAAA! :V  
resumindo em uma palavra: ridículo!

estava inplícito que a mio ia ser fodona e talz, beleza, mas ser “fodona” e ser “forte ao ponto de tornar a resistência literalmente impossível”... aí não neh filhão. Detesto personagem com esse nível de “OPzisse”. Tipo, a mina tankou a flecha lá das yamai junto com o ataque da espada “lv2” da tohka, tankou a gungnir, os raios de luz da origami, “roubou” o metatron, impediu a tohka de acessar todo o poder dela(aliás, esse foi o cúmulo do ridículo), “bugou” os poderes da mukuro e da yoshino, matou TODO MUNDO SEM MAL ENCOSTAR NELES, e me recuso até mesmo a comentar aquela “flor” lá(apesar de que achei maneiro até). Até curti o lance da arvore lá, mas a forma como foi utilizada junto ao contesto... ela é o espírito de origem, o que indica que ela teria habilidades parecidas com as das demais, só que mais fodonas, além de, é claro, saber melhores formas de aplica-las em batalha, até aí tudo bem... mas ela ser capaz de controlar o poder DAS OUTRAS?! NÃO POHA!
é absolutamente frustrante ver a galera lutando, resistindo, planejando, dando tudo de si... pra vir um zé qualquer, estalar os dedos e mata todo mundo pq “ur dur eu sou o mais poderoso”( e não, eu não estou me referindo SÓ a DaL)... detesto esse tipo de personagem - gilgamesh que o diga ¬¬

Spoiler:  filho da puta alfa  
[Imagem: Az6wLhx.png]
então... já podemos matar ele agora? '-'

Mas apesar dos pesares, devo admitir: achei interessante a forma que esse filho da puta “luta”. Eu sempre enxerguei rasiel/beelzebub como um anjo de suporte, pra ser usado por alguém que planeja/comanda, não por alguém que vai pra trocação mas apesar de que a “luta” meio que comprovou meu ponto(pq neh, quem teve todo o trabalho foi as mosquinha lá), confesso que não esperava que seria possível usa-lo em um combate for real. Foi bem... didático por assim dizer.

o shidou tbm estava bem dahora lá. Ele usando o poder dos espíritos de forma genial com estratégias, combinações, provando que ele não é só um protagonistinha de merda que não consegue se virar sem seu harem,  a capacidade dele de se manter calmo/centrado mesmo quando tinha a chance de matar o FDP(coisa que EU pessoalmente teria feito),enfim shidou é foda vei!
nota: a cara do westcott quando  o shidou usou aquele “kamehameha” lá... simplesmente impagável :v
aliás, as artes desse volume como um todo estavam espetaculares!

Spoiler:  Ellem  
já vai tarde vaca!
achei a luta meio curtinha demais e sem tanta emoção para o que ela propunha though. btw, então foi o ellyot que "criou" a tecnologia que deu origem dos wizards... interessante.

Spoiler:  papi e mami itsuka  
CARAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALHO ‘-‘ os pais da kotori conheciam o shin, a Mio e a Mana?! Wow, just... wow ‘-‘ agora eu tô ainda mais curioso pra conhecer eles. Btw a mãe da kotori parece ser uma graça :3

Spoiler:  Mio e shinji  
meu deusu ti toisinha maisi cutsicutsi vontade de apleta as bussessinha dessex doisu :3
Adoro esse tipo de desenvolvimento romântico: doce,  fofinho, puro, simples... a forma como eles interagiam, a felicidade dos dois, principalmente da Mio...
Tashibana seu desgraçado, vc está me fazendo contrair diabetes E EU ESTOU AMANDO ISSO!!!!!!
[Imagem: NZABbEP.png]

Isso só me deixa ainda mais triste por saber o final... westcot filho da puta :'(

Spoiler:  Final Boss  
SIM, AGORA SIM ISSO É UMA BATALHA DE VERDADE! Apesar de um dos lados(mio) ser visivelmente superior, o simples fato de que agora ela iria morrer se ela não lutasse for real... É ASSIM QUE TEM QUE SER POHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!
-ah mas a tohka ainda perdeu com um ataque OP as fuck- IRRELEVANTE! Como eu falei antes, não é o fato de que a mio é OP que me incomodava, e sim o fato de que ela era OP ao ponto de que ngm conseguia sequer lutar com ela. E quanto ao “que haja luz!”, sim, é OP as fuck! MAS... não é como se não tivéssemos outros espíritos com habilidades de “hit kill” neh- btw, essa poha me lembrou o all fiction, só que bem mais nerfado... ainda bem ^^’

btw caso não tenha ficado claro: eu gostei de como a Mio luta aqui, controlando a arvore lá e talz. ainda prefiro o battlestyle da mukuro though

Tohka: uau! Então a tohka era o único espírito que não tinha nome?! COMO QUE EU NÃO PERC- mentira eu tinha notado sim rsrs. Mas não achei que seria algo de tanta importância assim. Achei que era só pq a mio tinha selado a memoria dela por completo ou algum efeito daquele outro mundo lá, enfim.  
Só me explica uma coisa tachibana meu querido... porquê? Tipo, okey, a sephira dela desenvolveu consciência e ela nasceu assim como a mio mas... porquê?! Porquê só a dela e não alguma das outras tbm?! Não estou reclamando, só estou realmente curioso, e um pouco aflito tbm 
Aquele novo poder lá da tohka de fundir o trono com a armadura: AMEI! Espero que não seja coisa de “uma vez só” que nem foi com a yoshino.

Spoiler:  DE END  
uau! Ele usou a 6° bala que já estava selada nele! Quem poderia imagin- AHUAHUAHUAHUAUH. Não sei se eu sou esperto demais ou se o tio tachi é muito previsível... provável que seja a ultima mesmo ‘-‘
A kurumi reaparecendo no futuro, olha... por essa eu definitivamente não esperava. Eu até tinha pensado “pelomenos ela morreu lutando” no início quando ela errou o tiro lá e fiquei meio que orgulhoso(alias, puta de um orgulho de TODAS!) mas puts! Quando eu acho que ela não tem mais como me surpreender, ela derruba a porta e grita “SURPRISE MODAFOCA!”... ah vei como eu amo essa mina :3

a forma que o shidou achou para resolver o dilema da Mio quando voltou no tempo foi algo que eu realmente não esp- tah parei eu ví isso a quilômetros ‘-‘ ... mas não tira o mérito do autor, eu gostei da solução. Como o shidou disse: é isso que a ratatorsk faz anyway... vei shido muito foda pqp :3
e a tohka-chan mais uma vez vindo ao resgate do nosso querido cavaleiro de armadura brilhante, com toda sua simpatia, charisma, bondade, simplicidade, e mais importante: sua incrível habilidade de falar a coisa certa na hora certa
it is impossible not to love tohka-chan. change my mind. Oh too bad pal, YOU CAN’T! >:V

agora como as coisas vão ficar?! imagino que vão dar um jeito de postergar a batalha final contra a DEM ou resolver tudo nessas 30 horas antes da batalha, daí eles terão um aliado a mais nessa luta, um aliado nerfado pq neh, DEM tem que representar algum perigo afinal :v

a poha tá ficando séria :v
Responder
 #259
(24/08/2018, 18:55)J.C. Escreveu: primeiramente: vini está meio enrolado com a facul e outros volumes atrasados de novels e anda meio sem tempo. em solidariedade ao amigo, não teremos a tradicional piadinha da vergonha aqui.

Gambatteruyo, vini-chan  Peace

obg obg Comical

eu de verdade tenho que ler ReZero 5 e Toradora antes de COMEÇAR A PENSAR em ler esse volume de DaL.
Mas pra piorar esse mês já sai rezero 6 e mês que vem Toradora 2.............................

mas eu n tenho tido mto tempo pra ler e no pouco tempo livre q eu tenho eu fico meio culpado de ousar pensar ler algo por lazer qdo tem tanta coisa pra fazer pela faculdade...........

enfim, pretendo ler, e que bom q gostou desse volume (não li os spoilers)
Responder
 #260
Date a Live volume 18: Mio Game Over

Capítulo 1: Mother Zero

Spoiler:  
Rapaz

Kurumi MORREU e sinceramente estou até feliz. Ela morreu antes que o Tachibana pudesse estragar a personagem dela AINDA MAIS.

Aí o Shidou recuperou as memórias de Shinji e a reação dele foi incrivelmente... normal? Achei que ele ia ser muito mais exagerado mas acabou que ele agiu bem de acordo com o personagem dele. Ficou feliz no começo e tal mas quando começou a descobrir as merdas que a Mio fez, acabou ficando putaço.

Aliás eu ADOREI como foi colocada as motivações da Mio e tal. Ela já estava sendo pintada como esse arquétipo, mas dessa vez se definiu completamente o que ela é.
Adorei essa passagem:
"I am not as weak as humans. Even though I wanted die, I couldn’t die.
I am not as strong as humans. I can’t completely forget about Shin and move on.
In the end, what should I have done?
"

E eu também fiquei impressionado com o Shidou REVELANDO MAGIA na frente dos amigos. Tá certo que a situação permitia um pouco de abuso, mas fiquei chocado. Digo, conseguimos manter o negócio em "segredo" por DEZESSETE VOLUMES.
Mas assim, a cena foi perfeitamente executada.

E o anjo da Mio é extremamente quebrado, como era de se esperar.
Digo, eu imaginava que ela tivesse acesso a todas as habilidades dos outros espíritos... E até parece ser o caso, pois ela usou de clones igual a kurumi e usou de teleporte como a origami...
Mas pra ter um Anjo que é literalmente a mãe do timmy turner? TUDO QUE EU TOCO MORRE.

Caralho...

Daí teve o Ike TENDO UM INFARTO de tanto rir ao ver a Mio de novo... Até agora, as motivações do Ike são as mais ambíguas. A gente sabe pq a Mio faz oq faz, sabe pq o Woodman faz oq faz... Mas não tem muita noção sobre o Ike. Acho que isso vai ser revelado em breve.

Recomeçar a ler da página 55 btw
Responder
 #261
EU VOU MATAR O TACHIBANA KOUSHI

Volume 18 - Mio Game Over
Capítulo 2: The Three Wizards

Spoiler:  
VAMOS POR PARTES

O flashback foi mto bom vai se foder, eu estou honestamente interessado na vida deles 30 anos atrás. Esses flashbacks no começo de cada capítulo tão me deixando curioso, feliz e triste ao mesmo tempo.
Fiquei curioso sobre essa Homura Haruko, a amiga da Mana. Como ela tem esse hábito de chupar pirulito... Ela com certeza tem alguma relação com a Kotori. Será que é a mãe dela ou algo assim?

Daí entrou o capítulo 2 de vdd e eu tenho que dizer de novo que EU AMO A KUSAKABE RYOUKO, que mulher! Ela é, pra mim, um IDEAL de personagem secundário. Faz jus ao seu cargo, mas é uma boa pessoa e tenta sempre fazer as coisas certas e ajudar os protagonistas. Eu sempre botei muita expectativa em cima dela e da AST como um todo, e fico extremamente feliz de ver que essas expectativas estão sendo atendidas.
E fico feliz de saber que a Artemisia vai ser recuperada. ELA É LINDA DEMAIS PRA SER DO MAL. Ou assim eu espero né.

E VOLTAMOS AO ENCONTRO DE TITÃS que não só foi uma treta loka pra caralho, como explicou muita coisa.
Falou sobre as motivações do Woodman, mostrou um lado "esquentado" da Ellen que nós raramente vemos... E falou também sobre "magos verdadeiros" vs "wizards". A gente sabia mais ou menos sobre os wizards e mais ou menos sobre os magos... mas agora ficou bem mais claro o que cada um é e significa.

MAS AÍ QUE VEIO O ABSURDO
EU ESTOU INDIGNADO
ISSO NÃO É POSSÍVEL
EU QUERO LITERALMENTE MORRER PRA ESTAR JUNTO COM AS MINHAS MENINAS
NÃO PODE SER
TACHIBANAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Eu sabia que elas não iam conseguir resistir a Mio... Digo, é a fodendo <Deus>. Não dá pra três espíritos selados baterem de frente com A espírito.
MAS PRA >MATAR< ELAS SEM DÓ NEM PIEDADE?
Já fiquei chocado anteriormente quando ele MATOU A KURUMI. Mas era algo necessário pro plot avançar, visto que a Mio estava DENTRO das sombras da Kurumi... Mas as outras? Elas não precisavam MORRER.

Mas bem, se eu entendi direito... O poder do Ain Soph Aur é "controlar a vida" das coisas. Num sentido parecido com a Stand do Giorno, o Golden Experience: Ele pode acelerar, desacelerar, interromper, dar ou tirar a vida de qualquer coisa.
A grande "flor" que ela ativa é tipo uma região onde ela pode controlar a vida de qualquer coisa ali dentro.
Isso explica pq todos que foram atingidos simplesmente "morreram". Não é que eles morreram. Como a própria novel disse, eles estão intactos e não tem uma só ferida ou gota de sangue, eles só "pararam de viver", como se tivessem sido desligados.
Isso também explica o "segundo nascimento" do Shidou.

Então claro que ninguém "morreu', eles só "deixaram de ter vida". E se assim desejar, a Mio pode devolver a vida pra todas.

Isso me deixa aliviado? Um pouco.
Mas momentaneamente NÃO TEM COMO NÃO SENTIR, BICHO.

De qualquer maneira... O capítulo fechou com o Westcott indo PESSOALMENTE tretar com o Shidou... Que doidera que vai ser essa porra, bicho.

Eu odeio Date a Live

Continuar lendo na página 93.
Responder
 #262
fazendo esse post só pra avisar o vini pq quero evitar que ele fique esperando algo que nunca vai chegar

Spoiler:  
sim, aquela é a mãe da kotori, e se vc prestar bem atenção, você verá que eles falaram sobre o pai dela tbm.

o fato de os pais da kotori terem não apenas conhecido, mas terem sido amigos próximos de shinji, mio e mana a 30 anos abre uma quantidade absurda de perguntas e possibilidades.
Responder
 #263
Date a Live vol. 19 - Mio true end [trophy unlocked: veni, vidi, vici]

Spoiler:  
vei... vei... não vei... tipo assim... vei.................................................
VEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!

nunca vi tanta coisa cabulosa acontecendo ao mesmo tempo, mano do céu! sei nem por onde começar a comentar... alias, SEI NEM O QUÊ COMENTAR MANO DO CÉU!

esse volume inteiro, I.N.T.E.I.R.O. foi escrito não para se ler e ponderar, mas para se sentir, e haja sentimento!

alguns comentários aleatórios:

Spoiler: Mio's plot  
não ah o que falar, apenas... sentir... [Imagem: kUCHXC5.gif]

Spoiler: Kurumi  
mano... de tanta sephira que a kurumi poderia pegar, ela pego logo qual?! rasiel... mano... FUCKING.RASIEL!!!!! se só com os clones a mina já ficava dois ou três passos a frente de geral, mano do céu!
also: memoria beleza, mas transgerir a sephira pra um clone fazendo-o se tornar o verdadeiro?! what the... '-'
btw, adorei ver ela interagindo com os outros espíritos depois de ter sido selada (tadinha da nia rsrs)<3
só queria saber como que vai ficar agora o lace da mio e ela pq tipo, pelo lado da kurumi pelomenos, vai ficar muito tosco se tiver terminado ali... NÃO ME DECEPCIONE TACHIBANA!(mas já tô sentido que fai ficar porisso mesmo, ara ara -.-)

Spoiler: DEM  
ooooooooooooh so that was what westcot was trying do do... i see i see(como se já não tivessemos previsto isso desde que ele pegou a sephira da nia neh rsrs). então, ele virou "Lucifer"(pq Mio é "Deus" :v), tentou refazer o mundo, tomou um socão do shidou e se envolveu em um pacto duplo-suicida com a mio... não foi uma resolução ruim mas, seilá, depois do tanto de merda que ele fez ao longo dos volumes, essa batalha final foi muito... breve, fácil, sem muita surpresa, enfim: morna. a batalha entre ele e o shidou no vol 18 foi bem mais dahora na minha humilde opinião.

also: poha mano como assim o westcot e a mio morrem mas a elen e a artemisia ficam vivas puta que pariu, mata essas desgraça logo veio mata a mio mas dexa essas demonia viva a vá se fudê mano ¬¬

also²: olha só, ele estava apaixonado pela mio ..............................................
[Imagem: 3rRaBFV.gif]

also, sobre o plot twist do finalzinho
Spoiler:  
NÃO SE ATREVA TACHIBANA!!!!
[Imagem: TM9yd0O.gif]

tem bem mais coisa acontecendo nesse volume, mas são só essas as que eu queria comentar mesmo.

mano do céu(quantas vezes eu já disse isso nesse post?! oh well) esse volume foi loko e agora eu estou com um misto de ansiedade, angustia, medo e euforia para ler o próximo! PORQUÊ FAZES ISSO COMIGO TIO TACHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII?!?!?!?!?!?!?!
Responder
 #264
Volume 18: Mio Game Over
Capítulo 3: The Fallen Folium of Yggdrasil

Spoiler:  
Ah mano, eles tão se esforçando pra me fazer gostar da Mio do passado, né? Puta que pariu eu estou muito interessado nos flashbacks. Ela é fofa demais, aaaaahhhhh.

As tretas foram muito lokas, o Shidou contra o Westcott promete ser foda pra caralho. Eu queria muito ver o Shidou com vários Anjos ativados, parece ser uma cena mto foda. O que será que vence? Quatro anjos semi-despertados ou 80% de um demon king?

Também gostei do resultado da treta da Ellen com o Woodman. O MALUCO USOU O CANHÃO PRINCIPAL DA FRAXINUS EX, POR SI PRÓPRIO. Puta que pariu, que grande homem. Descanse em paz, F.

E a treta com a Mio... Está indo exatamente como imaginávamos. A Mio é poderosa demais e não tem nada que possamos fazer.
ATÉ A NIA VIROU E FALOU ISSO COM AS MESMAS PALAVRAS. Eu adoro a Nia, puta merda.

Sinceramente, a única forma de resolver essa treta é o próprio Shidou convencer a Mio. Não tem outro jeito. E é exatamente a premissa da história, seria muito justo acabar com o vilão final através do método inicial, não é msm?

alías quero, mais uma vez, dedicar outro parágrafo para a EX-CAPITÃ DO ESQUADRÃO ANTI-ESPÍRITO DAS FORÇAS TERRESTRES DE AUTO-DEFESA DO JAPÃO, KUSAKABE RYOUKO.
QUE MULHER!
Sério, adoro ela e nesse capítulo ela, de novo, salvou o dia. Sinceramente, a personagem melhor escrita da obra.

Mas fiquei impressionado com o poder de fogo do Gungnir e com o estado que estamos, com não só a Fraxius EX como TODO MUNDO fudido.
Quero ver como vamos sair disso.
Responder
 #265
***apesar de saber que apenas uma pessoa lerá(ou talvez não) este post, por razões de caracterização, decidi construí-lo de forma que dê a impressão de que será lido por uma quantidade maior de pessoas. nenhuma natsumi foi maltratada durante o processo de escrita deste post***

é bakas, tentamos fugir, negar, nos enganarmo-nos a nós mesmos(wut?!), mas no fundo, bem lá no fundo, sabíamos que este dia chegaria...
*respira fundo para tomar coragem. vamos acabar logo com isso...

Date a Bullet vol:1

Spoiler:  
... surpreendentemente, não é tão ruim quanto eu esperava '-'

aparentemente, segue a lógica dos encores de DaL(tipo, spinoff cannon) contando uma história sobre um assunto que, pelomenos eu, sempre tive curiosidade de saber: DE ONDE CARALEOS VEM OS ESPÍRITOS?!

acompanhamos uma garota sem memória que acorda em uma cidade livre de qualquer "presença humana" ou traços de que algum humano qualquer já tenha aparecido por lá algum dia- consequentemente, é uma cidade bem limpinha, curioso não?! >=D. depois de correr, gritar, entrar em prédios, enfim, depois de procurar por algum habitante daquele lugar, ela dá de cara com uma garota linda de cabelos negros, com um vestido gótico vermelho e preto, com uma pistola de modelo bem antigo e que curiosamente tinha algo parecido com um relógio dourado em seu olho esquerdo. essa garota se chama kasuna yui... zoa, é a kurimi :v
depois de um pouco de conversa e um assassinato(não você não leu errado: ASSASSINATO!), a garota, que agora se chama empty por motivos de conveniência, vai com a kurumi até uma "escola", onde tem várias outras garotas que parecem ser "como a kurumi"(no caso, espíritos). pra resumir essa parte: o Dominion da 10° região daquele mundo, um quasi-spirit(já falo sobre) chamado doll master está organizando um "battle royalle" entre 10 participantes onde o ultimo sobrevivente receberá uma "séphira cristal", e com ela, o direito de desafiá-lo pelo controle da região.

a história não é das mais originais(se fosse não seria DaL neh -q) e é bem previsível até certo ponto, porém, até que não é ruim... é até bem interessante eu diria.
vale tbm ressaltar que durante 80% do volume, eu estava com um sentimento de confusão, meio que "pera, isso é DaL mesmo? wtf que poha é essa que estou lendo?!", só gostaria de dizer: É PROPOSITAL!

agora, o que esse spinoff adiciona a série?!
1°: kurumi: além de mostrarem um outro lado mais "sensivel/humano" dela, tbm podemos vê-la de fato interagindo com outras pessoas, o que eu amei.
2°: neighboring world: a terra natal dos espíritos. de acordo com o que foi dito, aquele mundo era habitado por "deus"(que a gente finje que não sabe quem é), espíritos e quasi-spirits, porém, de uma hora pra outra, deus e os espíritos sumiram. o mundo passou então a ser povoado por quasi-spirits. o mundo em si é dividido em 10 áreas(e cada área parece ter o nome de uma séphira) que antes eram dominadas por espíritos. depois que estes sumiram, começou uma corrida para saber quem seria o dominion de cada área. no momento atual, cada área já tem seu dominion que decidem as "leis" de sua área. dá pra fazer uns negocio interessante partindo dessa premissa.
3°: quasi-spirits: basicamente, pessoas que foram humanos mas que por alguma razão não muito clara, apareceram nesse mundo com pouca ou nenhuma memória. visto que elas tem fragmentos de séphiras e habilidades que lembram bastante os espiritos que já conhecemos(elas até se dividem por tipo: tipo 1: luz, tipo 2: informação, e porai vai) eu acredito que elas são as meninas que a mio usou para purificar as séphiras, mas eles tbm deram a entender que essas meninas podem apenas "ter morrido e vindo parar aqui" ou até mesmo "foram convidadas". algo interessante nesses "espíritos" é que eles funcionam de uma forma parecida com os undeads de dark souls: elas são imortais, não precisam comer, dormir, enfim, P.O.R.É.M. o mundo em questão não permite que pessoas "preguiçosas" o habitem, o que faz com que para viver ali, você precise de um sonho, um desejo, um objetivo, algo que o faça seguir em frente, do contrário vc simplesmente deixa de existir... é bem loko :v

conclusão: a série conquistou meu interesse. com cada região tendo dominions e regras diferentes, dá pra fazer muita coisa interessante. also, se os quasi-spirits forem realmente as meninas que a mio usou pra purificar as sephiras, e levando em consideração que diferente do tio tashibana o carinha que tá escrevendo esse spinoff não tem receio em MATAR os personagens, já pensou se a kurumi em algum momento dá de cara com um certo alguém que "ajudou" a purificar a séphira do efreet?!  Icon_cool
Responder
 #266
O bom filho a casa torna

Volume 18: Mio Game Over
Capítulo 4: The First and Last Confrontation (sério, "Confrontment" é horrível, vamos usar a minha tradução)

Spoiler:  

OS FLASHBACKS SÃO BONS DEMAIS.
A Mio do passado é a coisa mais linda do mundo eu quero esquecer que ela se transforma numa sociopata.
Acho que dessa vez, o Tachibana Koushi acertou. Quando ele tava dando flashbacks da Kurumi, pra tentar fazer com que nós gostassemos dela, ele acabou simplesmente destruindo a personagem. Pois o que ela passou e a personalidade "original" dela não deveriam permitir que ela chegasse no ponto que chegou. Foi um caso de backstory desastroso que não faz sentido com o atual.
Já a Mio, não. A história dela tá sendo contada de uma forma que fica CONVINCENTE o motivo dela se tornar quem é.
Mas isso sou eu que acho, né. Acho que sou o único da de DaL do mundo que não tem waifu-glasses quando olha pra Kurumi, e consegue ignorar todas as falhas dela.

A luta "final" entre o Shidou e o Ike foi foda como esperado. Pq apesar de ter sido resolvida na base da bullshit (na moral vai se foder o Kamehameha), foi uma bullshit plausível.

É aquela velha história sobre o Rasiel/Satan né. Ele é o anjo mais forte de todos (imo), mas ele tem um ponto cego. É um ponto cego que pode ser mais ou menos "tapado" se vc tiver o anjo inteiro (é só se precaver ao usar a habilidade de "escrever o futuro"). Mas como o Ike não tinha essa capacidade... Bom duelo.

Já o "monólogo" da Tohka foi inesperado. Apesar de nós termos tido algumas dicas sobre isso no passado (principalmente em Mukuru Family), não era uma informação tão confirmada assim. No fundo, a gente sabia que a Tohka era um espírito real, mas com tudo que acontecia em volta, era difícil conseguir uma confirmação.
Agora temos.

E bem... Todo mundo morreu.
Mas temos um monte de volume já lançado então claramente algo vai acontecer.

Aliás, as ilustrações desse capítulo foram topíssimas. Eu amo uma mulher e ela se chama Tsunako.

Aliás, em outras notícias:

A Idea Factory já disponibilizou a pré-venda de Fate a Live Rio Reincarnation. Está previsto pra ser lançado pra PS4/steam no final de julho.
Vai sair salgado, já que são TRÊS jogos em um, e o dólar tá lá no teto, mas...
Eu pretendo comprar dia 1.
Responder
 #267
"Acho que sou o único da de DaL do mundo que não tem waifu-glasses quando olha pra Kurumi, e consegue ignorar todas as falhas dela"
me senti profundamente ofendido com essa afirmação, principalmente com a parte do "ignorar todas as falhas" mas hoje eu vou só te mandar tomar no cu e deixar porisso mesmo(seja bem wellcomido btw). e o porquê disso?!

Date a Live vol 20: Tohka world

mano... eu tinha mil coisas pra falar sobre esse volume mas a reta final que eu só pude ler hoje...
não foi ruim, muito pelo contrário, foi até bonito eu diria mas...
eu, definitivamente, não estava emocionalmente/psicologicamente preparado para o que eu li...

agora estou perplexo: quero muito o próximo volume para ver um "plot twist" combado com um "pegadinha do malandro" mas ao mesmo tempo, tenho medo de que o próximo volume só confirme tudo... seilá só... não quero acreditar que eu li o que eu li...
poha tashibana como vc consegue fazer com que te amem e queiram te desmembrar horrível e dolorosamente ao mesmo tempo seu puto que mora no meu coração que vc acabou de destruir >=(

nota: e já meio que prevendo o que o vini vai pensar: não, não tem nada a ver com a kurumi. aliás, apesar de ter lá seus minutinhos aos olofotes, ela ficou bem "apagadinha" nesse volume... e also: não, eu não estou reclamando de ela ter ficado "apagadinha", achei mais do que justo.
Responder
 #268
Então senhor Vinicius Leonardi, depois da nossa breve "conversa" no wpp hoje, percebi duas coisas: 1° - eu não entendi poha nenhuma do que vc tava falando durante todo esse tempo, e 2° e mais importante - acho que por conta de não ter entendido, eu posso ter sido injusto contigo algumas vezes, e quanto a isso, eu sinceramente peço desculpas.

e isso nos traz até esse post.

honestamente, eu ainda não entendi o que vc achou de tão ruim assim nesses ultimos volumes(no que diz respeito a kurumi no caso), então se não for incômodo- e considerando que eu sou meio retardado pra entender as coisas-, poderia me explicar, detalhadamente, o que vc achou de tão ruim assim? se não quiser tbm blz, é só curiosidade mesmo.

não acho que mais alguém vai ler isso mas pelo sim pelo não, a proxima parte vai ficar em spoiler por... conter spoilers(mas não é em relação a nada que vc já não tenha lido então fica tranquilo)
Spoiler: explicando o que eu achei sobre o assunto pq talvez nós tenhamos achado a mesma coisa e passamos esse tempo todo discutindo por nada ^^  
então, como comentei, eu tbm achei aquele passado meio fraco/mal explicado, e isso se deu principalmente por 2 pontos.

*1° Sawa: aparentemente ela é a pessoa importante que a kurumi perdeu, o que acabou levando-a ao que ela é hoje. a questão é: o quão "importante" ela era para justificar essa transformação?! tipo, ela era uma "amiga de infância", uma "confidente", uma "irmã de outra mãe", um "interesse amoroso secreto ou que não foi notado porque a kurumi era muito inocente" ou ela era só "a mina que a kurumi ia na casa dela pra brincar com os gatos" mesmo?! ou o roteiro falhou em representar essa importância, ou foi um caso de "overreaction".
*2° a conclusão: não importa por qual ângulo eu olhe, o resultado da descoberta foi muito rápido! faltou o drama, a dor da perda, os "estágios do luto" por assim dizer, enfim, por mais que pareça uma piadinha idiota de minha parte(o que eu juro que não é): faltou tempo!

como eu acho que poderia ter sido: além de terem nos mostrado que a Sawa realmente era importante na vida dela, depois de ela "recuperar a memória lá, ela deveria ter ficado "chocada", começado a tremer, derrubado a arma, e então, LENTAMENTE, começado a distorcer o rosto(dor, tristeza, etc) e começado a chorar, e passar muito, mas MUITO tempo chorando, e tipo, chorando MESMO(gritando, soluçando, apertando os ombros com tanta força que as unhas começassem a ferir ela, enfim todo aquele drama da perda). essa parte(no caso a do choro) poderia acontecer nos braços da mãe/pai dela tbm. o ódio/vingança podia ter vindo de ela ter "visto" que a Mio continuava fazendo com outras pessoas o que fez com ela(aquela historia da kotori virando o ifrit seria perfeita pra isso) e então decidido acabar com a poha toda! a parte de ela matar pessoas não precisava mudar, mas talvez deixar claro que não foi "da noite pro dia" seria uma boa tbm.

enfim, foi isso o que eu achei ruim no passado dela: a falta de "tempo".
apesar de tudo isso não diminuiu em nada o meu apreço por ela though <3

enfim, era isso que eu queria dizer. mais uma vez peço desculpas, e agradeço sua atenção.

[Imagem: NbkMSu6.gif]
Responder
 #269
Primeiramente: Desencana bixo, tá suave kkkkkkkkkkkkkkkk tem q se preocupar n, eu nem achei que tu foi grosso ou injusto ou whatever nem nada. Segue a vida tranquilo.
Só não expliquei melhor a situação pq estava no trabalho então ficava difícil.

Basicamente, minha treta com a Kurumi começou em Kurumi Refrain ("3 volumes atrás", partindo de onde estou). Eu comentei sobre isso no primeiro capítulo (Quando temos a maior parte do flashback) e no final do volume. Os posts são esses aqui, e eu tenho certeza que vc os leu, só não tá lembrando:

https://baka.minnasuki.com/showthread.ph...3#pid26443
https://baka.minnasuki.com/showthread.ph...9#pid26789

Mas, agora que tenho ainda mais visão pra falar, vou falar mais:

Spoiler:  
Minha questão com a Kurumi pode ser explicada de forma simples: MONTANHA-RUSSA.

Ela, quando "criança" (falando do flashback), era uma pessoa 100% boa e EXTREMAMENTE focada em ajudar os outros e etc. Como usei no outro post, literalmente uma "Aberração Altruísta".

Daí temos a Kurumi "normal" (falando da Kurumi que conhecíamos do volume 3 até a revelação do passado), que sempre foi uma psico-e-sóciopata maníaca, que não media esforços para alcançar o seu objetivo, SEJA QUANTAS VIDAS ESTIVESSEM EM JOGO (esse detalhe é essencial). Praticamente a personificação do CAOS.

Por fim, temos a "nova" Kurumi (essa que está me deixando muito puto, que "surgiu" após o flashback), que começou a ter atitudes muito mais próximas da "criança" do que da "normal", com nenhum motivo lógico ou explícito para essa mudança.

São três estágios MUITO diferentes da mesma personagem. E, embora, numa situação normal, uma personagem poderia sim fazer essas transições, nessa exata mesma ordem...
Não é o caso da Kurumi.
E não é culpa da Kurumi, mas sim do Tachibana Koushi ser um péssimo escritor.

Vamos lá:
Para sairmos do primeiro estágio, e irmos para o segundo estágio é fácil. Personagens desse estilo normalmente "quebram" mentalmente quando existe alguma coisa forte o bastante acontecendo. É a velha história de "quanto mais puro, maior a satisfação em corrompê-lo".
Quer um exemplo perfeito de personagem que passou por isso, só que bem escrita? A Velvet de Tales of Berseria:
Ela viu o tutor-padrasto dela, a única figura "paterna" que ela teve na vida (após perder tragicamente a família num ataque de demônios) MATAR A SANGUE-FRIO o irmão dela (a única família que ela ainda tinha), enquanto ela não podia fazer nada. Teve que ouvir o tutor dizendo que a escolha que ele fez era a certa e que ela estava errada. Teve a mão esquerda cortada fora e acabou SE TORNANDO UMA DEMÔNIO. Ficou presa numa masmorra remota, em solitária, por TRÊS ANOS, se alimentando de OUTROS DEMÔNIOS que eram jogados na jaula dela.

Ou seja, ela realmente passou por uma situação que DESTRÓI O MUNDO de qualquer um. Depois de uma experiência dessas, ela se libertar e assumir o alter-ego de "literalmente qualquer coisa pra realizar minha vingança" faz completo sentido.

E é aí que o que você disse entra: "Faltou tempo" pra dar uma carga emocional forte o suficiente para fazer a Kurumi "quebrar". Com o que nos foi contado, a Kurumi NEM DE LONGE assumiria essa persona psicopata que nós conhecemos. A personalidade "original" de altruísmo e good-vibes dela era MUITO FORTE pra que "só isso" fosse o suficiente.


MAS TUDO BEM, vamos fingir que isso foi só o Tachibana sendo mal-escritor e que ele não conseguiu trazer tanto drama quanto ele gostaria.
Vamos imaginar que a ideia era fazer um drama tão forte quanto o da Velvet, por exemplo, e que a Kurumi realmente assumiu essa persona psicopata que nós conhecemos do vol3 ao vol15.

Para que a personagem passe do segundo estágio (psicopata) para o terceiro estágio (redenção), é preciso um choque de realidade tão grande quão, se não MAIOR do que o inicial, que causou a transição do estágio 1 pro 2.
Aí a gente olha pros acontecimentos do volume 14 em diante e pergunta: O QUE DIABOS ACONTECEU PRA SERVIR DE CHOQUE DE REALIDADE?
E a resposta é: NADA!

A impressão que deu é que, ao apresentar o passado da personagem, o Tachibana Koushi acreditou que aquilo seria um choque de realidade forte o suficiente para explicar a "redenção" da Kurumi.
E de certo modo, foi. Pro leitor.
MAS PARA A PERSONAGEM, ISSO NÃO FAZ SENTIDO. Parece que a própria Kurumi não conhecia o seu passado, leu o prólogo daquele volume e ficou "caraca mano".
A personagem só é quem é POR CAUSA desse flashback. Não dá para usar o passado do próprio personagem como choque de realidade.

Pq sério, em Kurumi Refrain, a Kurumi faz e toma atitudes completamente diferentes do esperado. Ela toma atitudes de uma personagem que já está no estágio de "redenção". E até aí seria ok, o único problema é que não houve nada que causasse a redenção.


É por isso que, quando eu vi aquela linha de diálogo que eu postei no Zap, eu printei e mandei. O Shidou falar aquilo, naquele contexto, foi explicado LOGO EM SEGUIDA. Então tudo bem.
Eu estava apenas "roubando" aquela fala para explicar minhas reclamações, em um outro contexto. Talvez tenha sido essa situação que causou confusão.

Mas bem, basicamente é isso. Não tenho gostado de como a Kurumi vem sendo escrita nos volumes mais recentes (dos que eu li, é claro).
Responder
 #270
hum, tendi, e até acho que vc tem razão em muita coisa aí. tem um detalhe só que eu discordo(e provavelmente foi isso que me fêz pensar: wtf vini?!) mas parando pra pensar aqui, talvez seja bem um caso de "interpretação" mesmo.

Spoiler:  
"Daí temos a Kurumi "normal" (falando da Kurumi que conhecíamos do volume 3 até a revelação do passado), que sempre foi uma psico-e-sóciopata maníaca, que não media esforços para alcançar o seu objetivo, SEJA QUANTAS VIDAS ESTIVESSEM EM JOGO (esse detalhe é essencial). Praticamente a personificação do CAOS."

ESSA é a parte em que eu discordo.

ao longo dos volumes tem vários momentos, reações, diálogos e etc que dão a entender que a kurumi não é aquilo ali que ela tenta/se esforça pra mostrar(tem até uma sidestory que um clone diz, com todas as letras: se vc quer continuar usando essa máscara de vilã, vc tem que tomar mais cuidado), momentos em que a kurumi arranja "desculpas" pra ajudar alguém(serio mesmo que vc acreditou que ela precisava de alguém pra distrair a galera da DEM pra ela descobrir se a nia tava ali ou não?!), momentos que ela demonstra se importar sim com as vidas que ela tira(tem outra side que ela meio que da uma bronca no shidou por "gastar a preciosa vida dos insubstituíveis cidadãos da cidade" pra concertar a poha de uma caneca, fora ela se culpando pela merda que aconteceu com a origami), momentos em que ela fala como se ela se odiasse/odiasse os poderes dela, outro que ela deixa claro que nem ela machuca crianças ou animais(ou seja: não é "a qualquer custo"), mas principalmente: o fato de ela NUNCA ter nem tentado usar o objetivo dela pra justificar as merdas que ela tava fazendo, pelo contrário, parecia que ela fazia questão de ser punida pelas merdas que ela tava fazendo, mesmo isso sendo "por um bem maior". o lance de ela meio que "aceitar a morte" na luta lá contra a kotori por exemplo, depois que descobrimos toda a treta da sawa, aquilo me pareceu mais como se ela estivesse dizendo que morrer pelas mãos do espírito que começou tudo "é um fim apropriado pra alguém como ela", meio como se fosse "justiça poética" ou coisa assim.

em resumo, o personagem/roteiro/whathever nunca conseguiu me convencer que ela era realmente esse "monstro", justamente por conta desses "momentos", tipo, só compara a kurumi com o westcott(que é realmente um psicopata fdp). o lance é que esse "lado" ficou mais evidente só nesses últimos volumes por uma razão bem simples: a kurumi só foi ficar evidente MESMO nesses últimos volumes, o que foi um erro. tipo, volta lá pro volume 3 por exemplo: durante o encontro que ela iria ter com o shidou, que é onde ele e o espirito em si fazem coisas juntos, conversam, reagem a coisinhas idiotas e porai vai, a tohka e a origami se enfiaram no meio, e acabou que não vimos praticamente nada de quem a kurumi era além daquilo que já tinha sido mostrado, e depois disso, ela só aparecia algumas cenas aqui e ali, dai sumia denovo por vários volumes. dai nesses volumes que tivemos recentemente ela recebeu mais atenção, vemos o encontro for real, vemos ela interagindo normalmente com as outras meninas e até sorrindo das bobeirinhas que aconteciam, vemos ela sozinha "filosofando" e, pela primeira vez, finalfuckingmente vimos como a kurumi "matava" as pessoas(tirando aqueles escrotos do vol 3 que honestamente, eu tbm teria matado -q): por "acidente", e ainda deixavam claro que ela não ficava nem um pouco satisfeita com aquilo. also, pelo fato de ela estar mais em evidência, os problemas de desenvolvimento dela tbm ficaram mais evidentes.

enfim, talvez por eu já ter um certo apreço/experiência com personagens assim(a sakura e a carmila/elizabeth de fate são bem assim tbm) que eu acabei identificando que ela agia como um monstro mais por se achar um monstro do que por realmente ser um, dai quando veio esses volumes, só veio mesmo a confirmação do que eu já suspeitava, enquanto você talvez ainda estava preso a ideia de que ela era realmente esse "monstro psicopata"... ou talvez os médicos ainda não tenham acertado na dosagem do meu remedinho :'D

em relação a TODO o resto: concordo pra caraleo! e até prevejo que vou concordar com suas opiniões sobre o que está por vir nos próximos volumes.

nota: ah um detalhe que esqueci de comentar: não sei se vc se importa de tomar spoiler de HF mas - quando a sakura fica assumidamente "do mal", o shirou ainda assim tenta ajudar ela, indo contra tudo o que ele acreditava/pensava. daí ele parou, respirou, e pensou: wtf que porra é essa que eu to fazendo?! depois de refletir nas ações e pensamentos dele, ele chegou a uma conclusão tão óbvia que ele ficou se sentindo um idiota retardado por não ter notado algo que tava balançando na cara dele o tempo todo. daí ele chutou o balde e só foi.

lhe parece familiar?! :v - embora o da kurumi tenha sido beeeeeeeeeeem mais simples.

masenfim como eu disse: é só minha interpretação. aparentemente concordamos em discordar, mas estou feliz de que tenhamos "colocado uma pedra" nesse assunto.

agora vai ler pq vc tá dois volumes atrasado >=(
Responder
Páginas (19): « Anterior 1 ... 15 16 17 18 19 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes